Carmen Locatelli
A intensidade do medo define o valor de seus sonhos!
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
DEVANEIOS
08/08/2009
11:21

Num instante de momento eu pude tocar o mundo que habita dentro de você e senti o que sua alma esconde de mim. Escondia.
E nesse momento foi meu o toque oculto de suas mãos e o beijo que sua vergonha não deixa dar.
Foram meus os minutos perfeitos que os seus sonhos sempre roubaram de mim e as palavras que não tinham expressão hoje se tornaram frases perfeitas. 
Neste momento tive você inteiro. Sem medos sem mentiras.
Sem conversa forçada e poucas promessas. Sem mas.
E eu tive bem mais que a certeza de minhas escolhas...
Mais que a comprovação que meu tempo não foi em vão..
Eu vivi um milagre diante de mim.
E você - imóvel - me olha de leve, de canto de olho e apenas olha para um inexistente amanhã.
Poderíamos acabar ali ou viver para sempre sem precisar de uma gota de voz. Um suspiro sequer. Uma lagrima.
Seremos eternamente donos desse doce momento. Deste jeito informal que nos embala. Sutil e preciso. Meu complemento ideal.
Poucas palavras, necessárias palavras. Poucos medos, medos tolos.
Um pouco de nós. Tudo de mim.
Talvez noutro gesto tudo mudasse essa visão. Ou nos perderia para sempre.
Talvez.
Na dúvida despeço-me para um até logo demorado.
Enfim você se expressa: sorri.
Não retribuo. Penso.



 
Carmen Locatelli
Enviado por Carmen Locatelli em 21/10/2009
Alterado em 14/02/2018
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.