Carmen Locatelli
A intensidade do medo define o valor de seus sonhos!
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Eu e você
Atemporal

Eu ainda perco o controle quando me pego pensando em você.
Seus olhos profundos observando meus movimentos, 
Atento e silencioso e encantador.
Às vezes é como se você ainda estivesse deitado em meu colo,
É como se seu cheiro ainda morasse em minha roupa,
E suas mãos ainda deslizassem pelo meu corpo.
Ficávamos ali (ou lá) e o nada era nosso refúgio.
Não precisávamos fazer escolhas, nem sofrer por elas.
Eu e você e o tempo não existia,
Nossos sonhos eternos, nossas manhãs de primavera.
Nossas canções sem ritmo,
Nossa vidinha toda desajustada,
E eu ainda moro neste doce momento,
Neste “para sempre” de um pequeno espaço de tempo.
Na vitrola velha um "Andante" perfeito me envolve em lágrimas,
Em saudades, em vontades, em você.
...
Eu e você e as noites de lua terna,
Não precisávamos de mais nada,
Nada além de nosso abraço e do calor de nossos corpos.
Eu e você... e eu ainda te espero, ainda te quero.
Volte e jure mentiras. Apenas volte e não diga nada.
Eu e você... ainda podemos fazer acontecer,
Ainda podemos cantar ao som das ondas do mar,
E dançar descalços na chuva.
Eu, você e um amor assim.
Eu perdoo, você cala... nosso amor eterniza.



 
Carmen Locatelli
Enviado por Carmen Locatelli em 16/06/2009
Alterado em 12/06/2020
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.